21 novembro 2009

Joaquim Mateiro

Joaquim Mateiro

Faleceu hoje, dia 21 de Novembro de 2009, Joaquim Manuel Barreiros Mateiro, após prolongada doença.
Foi uma luta desigual, aquela que Joaquim Mateiro travou nos últimos anos de vida! Sempre de uma coragem impressionante, assumiu a inevitabilidade da doença e deu voltas e voltas à vida, nunca dela desistindo em quaisquer circunstâncias ! Experimentou a pintura e fez com ela um caminho de diálogo com o passado, redescobrindo na tela, memórias do seu querido Pombalinho! Pintou-o de cores fortes e vivas..., porque era porventura assim que o Joaquim gostaria que ele fosse! Numa exposição realizada em Santarém, na Casa Pedro Álvares Cabral, deu a conhecer este seu novo caminho de artista plástico! As mais bonitas casas, as mais belas varandas, as fontes do Pombalinho, todas elas ali estavam como prova de uma enorme dedicação e amor à sua terra natal! Nunca perdendo o gosto pela comunicação, aproveitou as novas tecnologias da informação para se relacionar mais frequentemente com os seus amigos! Nos últimos tempos tive com o Joaquim esse tipo de relação. Não tanto como desejaríamos, mas mesmo assim, a possível. Ao ponto da sua colaboração no "Pombalinho" ter sido para mim, de um enorme estímulo na procura de novas motivações para o enriquecimento histórico da nossa terra. O Joaquim, já na "curva final" da vida e em dificuldades físicas bem visíveis, sempre foi de uma grande disponibilidade para com este projecto que tanto ajudou a erguer e consolidar! Para ele pois, a minha enorme gratidão de reconhecimento por tudo que deu em prol do nosso Pombalinho !
O "Pombalinhense" associando-se a este momento de luto, endereça à sua família, Milita, Raquel e Diogo, as mais sentidas condolências.

Foto - Jornal Mirante