19 abril 2008

Correaria Silvério


Já tinha prometido ao Carlos fazer-lhe um visita para poder apreciar nas instalações que possui no Casal Centeio, como consegue ser dos mais requisitados fabricantes de selas e demais artigos de equitação em Portugal e noutros países do mundo.
Trabalhar o couro é uma arte que requer muitos anos de experiência e dedicação e que por tradição é transmitida geracionalmente muito no âmbito familiar. Com o Carlos foi precisamente o que aconteceu, começou a aprender com o seu pai Carlos Manuel dos Santos Silvério e hoje está plenamente possuidor de todos os requisitos exigidos para o fabrico das tão famosas selas.

Fomos visitá-lo no passado mês de Março e ficamos a saber um pouco mais desta tão bonita profissão que leva o nome do Pombalinho a latitudes inimagináveis e que a todos evidentemente muito nos orgulha.



Correaria H

"Correaria Silvério", um nome e uma profissão tradicionalmente familiar que o Carlos soube muito bem preservar.





Correaria D

Esta é a sala de trabalho com montra virada para a rua e onde também se pode apreciar algum material em exposição.





Correaria E

Uma outra sala anexa onde se pode ver algumas peças de equitação fabricadas pelo Carlos Silvério.






Correaria A

Cabeçadas para todos os tamanhos e gostos, não faltam nesta exemplar amostra.






Correaria C

Uma das últimas selas fabricadas pelo Carlos Silvério.






Correaria B

Esta é a sala das selas.






Carlos Gonçalves Silvério
Rua Casal Centeio – Pombalinho
2150 – Golegã - Portugal





.

3 comentários:

Anónimo disse...

Olá Manuel

Hoje ao visitar este espaço, pude reparar que foi conhecer o espaço da Correaria Silvério.

De facto, é das poucas empresas em Portugal que ainda faz as selas de forma tradicional (em madeira).

Fiquei supreendida, em 2000, aquando de uma reunião de trabalho numa escola de equitação em Guimarães, o Director me perguntou se era do Pombalinho e me pediu o contacto da Correaria pois gostaria de falar com o Sr. Silvério e com o Carpinteiro.

Mais tarde soube que queriam aliciar o carpinteiro (o meu pai, que trabalha desde sempre com o Sr. Carlos) para que lhe vendesse o segredo...

Vale a pena dizer que no Pombalinho há segredos que valem a pena preservar.

Um Beijinho

Tânia

MGomes disse...

Olá Tânia!
Obrigado pela visita.
Na verdade tive oportunidade de visitar a Correaria Silvério e fiquei a conhecer um pouco mais de onde saem as tão famosas "selas do Pombalinho". Sobre o segredo dos tais moldes de madeira construídos sábiamente pelo teu pai, tive a possibilidade de os ver em visita conduzida pelo Carlos e na verdade é ali que reside os principais alicerces dessas obras primas construídas há já várias gerações no Pombalinho e conhecidas por todo o mundo.

Um Beijinho
MGomes

tania matias disse...

Boa tarde....Estou prestes a abrir uma loja de material de equitacao e gostaria de saber as condicoes que fazem para revenda....cumprimentos