20 junho 2008

Confraternização 2008


fes

Vista parcial do espaço onde decorreu o almoço de Confraternização





festa 3

Outra imagem bem elucidativa de como decorreu a tarde do dia 14 de Junho





festa 2

Um momento de boa disposição manifestado pela Domicília e a Otelinda





festa 4

Manuel Grais e António Bráz em plena cavaqueira



fes

Tânia Martinho acompanhada pelo marido e seu pai Diamantino





festa 7

Outra imagem de gente bonita que esteve presente neste dia de Confraternização. Em primeiro plano, Milai, Zita, Ema Minderico, Lisete Costa, Lena Braga e António Vieira de costas.




festa 8

Otelinda, Teresa Cruz e Domicília




click to add titlefesta

Manuel Gomes e Teresa Cruz




festa 10

Mais um momento de boa disposição em que os intervenientes foram, Zita, Milita Mateiro, Lurdes Gomes, Milai, Lisete Costa e Luísa.





festa 11

Gena Hilário acompanhada de seu marido Nicolau, à conversa com António Silva.





festa 11click to add title

Joaquim Mateiro num gesto de grande amizade, quis simbolizar com este quadro da sua autoria que ofereceu a Manuel Gomes, o Dia de Confraternização entre Pombalinhenses. Um sentido obrigado ao Joaquim..., pela obra magnífica que criou e mais do que isso, pelo exemplar caminho que tem percorrido nestes últimos anos da sua vida!



Para reportagem fotográfica completa da nossa Confraternização 2008, cliquem por favor AQUI




2 comentários:

Teresa Cruz disse...

Quero agradecer à organização pela forma como decorreu este dia de confraternização.
Foi um dia Mágico, onde revivemos os tempos de outrora, convivemos e divertimo-nos bastante.
Obrigado....


Milita Alcobia

MGomes disse...

Milita!

Obrigado pela visita e também pelas bonitas palavras que aqui deixaste a propósito deste nosso Dia de Confraternização 2008. As manifestações de apreço como esta que gentilmente aqui deixaste registada, sobre a "mágica" tarde que ali passamos na nossa terra, são como calculas muito gratificantes para quem deu um pouquinho dos seus últimos dias para que as coisas funcionassem minimamente organizadas, só que elas (as palavras) automatizam em nós uma responsabilidade para darmos continuidade na realização de novos e agradáveis encontros desta natureza. Penso que pelas opiniões que nos chegaram, a partir de agora o caminho está aberto para futuros convívios anuais entre Pombalinhenses, assim o queiramos...! Eu por mim, gostei muito!!!

MGomes