09 dezembro 2005

Carlos Silvério




Ao nosso amigo Carlos Silvério, esta singela dedicatória a título póstumo fica naturalmente muito aquém do que ele realmente merece! As palavras costumam ser sempre insuficientes quando estamos a falar de quem gostamos e de por quem nutrimos uma simpatia muito particular. Foi uma pessoa extremamente afável, sempre pronto a um cumprimento especial donde fluía naturalmente uma história ou acontecimento para contar, enfim uma pessoa que gostava das palavras e do conhecimento.

 O Pombalinhense, por gentileza de Guilherme Afonso, relembra-o nesta fotografia de Novembro 1999, em ambiente onde realmente mostrou toda a sua classe profissional por todo o País: um verdadeiro artista no fabrico de material equestre.


2 comentários:

Stranger... `a la carte (StraLaC) disse...

Grande homem o contador de historias Carlitos Silvério...muitas vezes eu estive na oficina só a vê-lo trabalhar enquanto esperava pelo neto para podermos ir dar umas voltas.

Anónimo disse...

Era apenas o melhor correeiro do mundo...Os seus arreios são conhecidos mundialmente e não chegam para as encomendas.Um grande homem e um grande artista que partiu mas para sempre será lembrado.